Ícone do site GO HORSE PROCESS

Adeus, ou Até Logo, Quem Sabe

Prezado leitor,

Aqui quem escreve é o Cornelius, o estagiário. O Ornado e o Mário Marolo me pediram para divulgar a carta de despedida deles. Aí vai.

Se há uma última dica que nós – Ornado e Mário Marolo – podemos dar aos milhares de leitores que vinham acompanhando este site, é a seguinte: você trabalha para alguém.

Parece óbvio? Mas não é tanto assim.

Nós assinávamos como co-CEOs do board desta fantástica e estupenda metodologia de Gestão de Projetos, e é muito provável que, aos olhos do leitor, estávamos no mais alto nível da cadeia de comando. Mas não é assim que as coisas funcionam.

Tão impossível de dimensionar quanto o Universo e seus milhões de galáxias que extrapolam nosso conhecimento são as cadeias de comando em que estamos inseridos.

É sabido por muitos, especialmente por aqueles que acompanharam os nossos textos no site do Go Horse Process, que é inerente ao ser humano a avidez por ascender à condição de macho alfa, o líder da matilha, aquele a quem os demais são subordinados. O que poucos sabem é que, independente do nível em que a pessoa se encontra na cadeia alimentar do poder, ela possui ao menos um predador. O Presidente da República trabalha para alguém – nesse caso, os seus patrocinadores. Grandes executivos trabalham para os acionistas e para o conselho. A cadeia de comando sobe a níveis tão altos que você sequer é capaz de enxergar, muito menos de apontar aqueles que estão no seu topo.

Ornado e Mário Marolo não fogem a essa regra, de modo que acima deles há alguém poderoso e inominável – alguém que, na última sexta-feira, decidiu exercer seu poder e demitir nossos queridos co-CEOs sumariamente, fechar as suas contas no site e remover seus posts. Ao que tudo indica, o site será mantido com o eXtreme Go Horse e a Documentação, até que seus donos decidam o que fazer com ele. Talvez um novo CEO seja alçado ao poder e passe a escrever posts, mas isso é apenas suposição.

Já tem muita gente na web tentando tomar posse do GHP, seja através de eventos não oficiais ou de perfis fake no Orkut. Nada mais Go Horse do que isso. Mas duvidamos que tais atitudes rendam aos responsáveis um lugar no blog.

Mensagem de Mário Marolo

Como os amigos leitores notaram, tenho estado ausente deste blog por um longo período. Meu colega de círculo de confiança, Ornado, manteve o blog, assim como trabalhou na contratação de horses baratos para a contribuição com o mesmo. Por motivos de força maior, estamos deixando o site. Quem quiser entrar em contato comigo, me siga no twitter: @mariomarolo.

O bônus da rescisão for gordo, de forma que vou estender minhas férias em Vegas com meus amigos republicanos. Na papelada da rescisão (malditos burocratas) está escrito que devo ficar algum tempo sem divulgar a milenar metodologia GHP. Depois desse período e do final das minhas férias, dou notícias pelo Twitter.

Mensagem de Ornado

Depois do ocorrido, recebi um bônus gordo pela rescisão, o que não é de todo mau. Infelizmente, fui coagido a assinar um contrato que me obriga a não escrever mais blogs por 3 meses. Portanto, já decidi o que farei nesse período: primeiro, irei ao Haiti fazer trabalho voluntário. Depois, farei o caminho de Santiago de Compostela. Em seguida, passarei um tempo no Tibete vivendo monasticamente. Por fim, voltarei à minha cidade – Las Vegas – para gastar todo o bônus com jogos, bebida e mulheres. Ou seja, atividades de meditação que me trarão inspiração para iniciar o meu próximo blog.

Portanto, não deixem de me acompanhar no Twitter: @ornado. Quem ainda não é meu seguidor, torne-se um imediatamente, pois, quando vocês menos esperarem, estarei de volta do meu exílio sabático com um novo site, cuja estreia será anunciada via Twitter.

Por fim, meus amigos, sejam vocês horses, gerentes, diretores, VPs ou o cacete – queremos que se olhem no espelho e se perguntem: “Para quem eu trabalho”?

 

 

 

 

Sair da versão mobile